Um simples aparelho que revolucionará o turismo no Brasil

O número de turistas estrangeiros que visitam o país cresce constantemente a cada ano. Em 2015 o Brasil recebeu mais de 6 milhões de turistas estrangeiros, apresentando um crescimento superior a 30% em relação há 6 anos atrás.

“A maior reclamação de estrangeiros, ao chegarem no país, é a falta de tecnologia”

Entretanto, apesar de sermos um dos destinos mais atraentes do mundo, nossa infraestrutura para o turista ainda é muito precária. O que temos em belezas naturais e pessoas alegres, temos de problemas em transporte, segurança, saúde e muitos outros setores.

A previsão é que o número de turistas estrangeiros aumente ainda mais, portanto, é necessário que o empreendedorismo no setor do turismo seja fortemente incentivado, possibilitando o surgimento de inovações que irão facilitar a vida dos nossos visitantes.

De acordo com Jeanine Pires, ex-presidente da Embratur, a maior reclamação de estrangeiros, ao chegarem no país, é a falta de tecnologia. O acesso à internet é o maior gargalo do turismo no país, gerando grandes dificuldades para os visitantes e fazendo com que a economia deixe de ganhar algumas centenas de milhões de dólares por ano.

A internet se tornou parte tão integrada das nossas vidas, que as pessoas querem se manter conectadas o tempo todo, mesmo durante as férias, seja em qual lugar do mundo for. Porém, ao chegarem no Brasil, os turistas encontram sérias dificuldades para comprar e registrar SIM cards ou conectar nos pontos wi-fi de hotéis, restaurantes e lugares públicos (quando estes existem).

Uma novidade que surgiu no Japão e está ganhando força em alguns países da Europa é o “pocket wi-fi”, ou “Wi-Fi de bolso”. Esse é um aparelhinho do tamanho de um cartão de crédito que roteia internet para diversos dispositivos, e que podem ser conectados ao mesmo tempo sem interferências no sistema. A vantagem do pocket wi-fi é que ele funciona sem precisar de nenhum outro aparelho. Basta carregar a bateria e “it’s good to go”.

Na China, o aluguel do “pocket wi-fi” já movimenta um mercado milionário e há previsões bem otimistas para um aumento forte da demanda. Já no Brasil, ainda é um serviço inexistente, mas que nos próximos anos já estará operando nas principais cidades brasileiras.

Características do produto:

  • Internet 4G ilimitada
  • Conexão rápida, basta ligar o aparelho e ele já está ativado
  • Facilidade de manuseio
  • Cabe fácil no bolso. Dimensões: 10 x 6 x 1,5 cm
  • Bateria dura até 12 horas com uso contínuo
  • Atende até 14 aparelhos conectados simultaneamente

Planos e funcionamento:

  • O aluguel funciona em sistema de diárias, tendo um valor fixo inicial e um valor diário regressivo, que vai diminuindo em função do número de dias
  • Possibilidade de plano de aluguel mensal
  • Retirada pode ser feita nos principais aeroportos do país ou entrega em hotéis credenciados

A quem se destina:

  • Turistas estrangeiros que visitam o país e precisam de internet rápida e móvel. Na China, metade dos usuários do pocket wi-fi estão na faixa dos 30 aos 39 anos.
  • Turistas nacionais que se deslocam para lugares em que não há acesso à banda larga.
  • Pessoas que se mudam temporariamente e não querem adquirir planos de banda larga, seja pela burocracia, seja pelas fidelidades impostas de 1 ano.
  • Hotéis ou pessoas que alugam apartamentos por temporada e gostariam de disponibilizar essa facilidade para seus hóspedes.

O aluguel do pocket wi-fi vem para ficar no Brasil e revolucionará o turismo e até a infraestrutura de internet do país. Há uma demanda gigantesca não atendida e centenas de estrangeiros chegando diariamente nas principais capitais, sedentos por internet rápida e que funcione o tempo todo.

A grande dificuldade enfrentada pelo negócio será estabelecer parcerias com as operadoras de telefonia, porém um bom administrador conseguirá reverter essa dificuldade e transformá-la em oportunidade, caso negocie bons contratos de benefício mútuo com as operadoras certas.

Outro desafio será a estratégia de marketing: como divulgar o produto para os turistas? Para solucionar isso, será necessário fazer um inteligente plano de anúncios em websites acessados por turistas antes de viajarem para o Brasil, além de stands de alugueis estrategicamente posicionados nos aeroportos.

Portanto, tenha certeza que em breve você já estará vendo turistas com esses aparelhos na rua. E, se você conhece algum estrangeiro que irá visitar o Brasil, pode avisá-lo que a vida dele será bem mais fácil!

Artigos Sugeridos