É por esse motivo que as melhores pessoas sempre erram esse desafio!

Imagina a cena: você está em uma entrevista de emprego e o recrutador te propõe esse desafio: 3 – 7 – X – 31, qual o valor de “X”? Se você responder corretamente a vaga é sua. O que você responde?

É triste, mas esse tipo de desafio é mais comum do que se pensa na hora de arrumar emprego. Aqueles que respondem corretamente acabam conquistando a vaga – mas com gestores que simplesmente não sabem contratar as melhores pessoas.

E por que é uma má ideia fazer esse tipo de desafio na contratação?

1 – Não há correlação entre resolver problemas matemáticos e inteligência de verdade

2 – Tais desafios podem viesar as decisões para determinadas culturas onde charadas matemáticas são populares entre as crianças

3 – A maioria dos bons colaboradores não são bons em resolver desafios assim, ainda mais em entrevistas

4 – O valor de um bom colaborador é determinado pela experiência, portfolio, conquistas, habilidades e conhecimento geral.

5 – Questões assim são ofensivas e degradantes para pessoas qualificadas

6 – O mais importante: estudos mostram que não há correlação entre habilidades para resolver um desafio assim e performance no trabalho

E você, acredita nesse desafio?

Infelizmente ainda estamos em uma cultura que acredita que somente quem é capaz de resolver um problema matemático complexo – o que sequer é o caso aqui – é um gênio.

Mas quantas pessoas que você conhece que são dedicadas, trabalham duro e são boas no que fazem não são boas em matemática? Aposto que muitas. Por que você precisa ser capaz de resolver um desafio assim para conseguir um emprego?

Acredite: se você for em uma empresa e te propuserem algo assim, você dará sorte se não conseguir a vaga. Ninguém merece ter que trabalhar em um lugar assim.

Esse artigo foi proposto por Oleg Vishnepolsky, CTO do DailyMail. A partir dele fiz minhas observações. No seu artigo original, mais de 70% das pessoas nem leram o resto do artigo e só vieram para comentar qual era a resposta. Se você chegou até aqui e leu tudo, escreva nos comentários “eu concordo”. Quero ver qual percentual dos meus leitores realmente leem as coisas que escrevo.

E se você é dos que realmente leu e gosta de ler, te convido a se cadastrar gratuitamente na Audible para ganhar 2 audiobooks da sua escolha e testar o serviço. São mais de 1 milhão de títulos para escolher. Se não gostou, não paga nada. Simples assim!

OBS: Quer saber a resposta? Multiplique o número da esquerda por 2 e some 1.

Já conhece a Audible? Aumente sua produtividade ouvindo livros enquanto está no trânsito ou na academia. Cadastre-se aqui e ganhe 2 livros grátis para testar.

 

►► Gostou do artigo? Te convido a se inscrever no meu newsletter, onde você receberá toda sexta-feira um resumo de tudo que aconteceu de relevante na semana sobre empreendedorismo, marketing, carreira e gestão ◄◄

Artigos Sugeridos



  • Marcus Banzatto

    Eu concordo !

  • Juliana Corrêa

    Eu concordo!

  • Agnaldo Borges

    Concordo

  • Leonardo Leopoldo

    Eu concordo

  • André K

    Eu concordo. Mas apenas para efeito de verificação do percentual de leitores que realmente leem os artigos.